Adisseo

Rovabio® Excel é a primeira enzima que degrada PNA aprovada para matrizes suínas pela UE

11/23/2014

A União Européia* acaba de conceder a Rovabio® Excel a autorização para uso em porcas, desde uma semana antes do parto até o desmame. A suplementação da dieta de porcas em lactação com Rovabio® Excel, a enzima versátil, proporcionou uma menor perda de peso e melhorou o consumo alimentar durante a lactação. Rovabio® Excel é uma valiosa ferramenta para beneficiar a indústria suína, que constantemente opera com margens de lucro muito pequenas.

Uma meta-análise foi realizada com 6 ensaios em várias universidades ao redor do mundo, envolvendo 640 porcas. Esta meta-análise apresentou uma redução média de 3 kg (mais de 20%) na perda de peso das porcas que receberam uma dieta suplementada com Rovabio® Excel em situações variáveis de ambiência, condições de instalações, formulações de dietas e linhagens. Resultados similares foram obtidos tanto em dietas de milho quanto de trigo e cevada (Figura 1).

A perda de peso das porcas durante a lactação é um importante indicador da prolificidade subsequente, tendo impacto na duração do intervalo entre o desmame e a cobertura útil, tamanho da leitegada e na longevidade produtiva destas fêmeas.

Um estudo realizado no Prairie Swine Center (Canadá) confirmou o interesse em utilizar enzimas que degradam PNAs na dieta de porcas em lactação (Tabela 1). Existe uma redução na perda de peso durante a lactação (-1,7 kg) e na diminuição da gordura subcutânea (-0,5 mm) após o desmame.

O efeito positivo é mais importante no primeiro parto, e se espera um impacto positivo no desempenho reprodutivo subsequente e na longevidade produtiva do rebanho.

Estes resultados são consequência de dois mecanismos:
Primeiramente, o complexo multi-enzimático leva a uma melhor digestibilidade das principais matérias primas usadas nas dietas e também a uma melhora no consumo de ração durante o período de lactação (+7 kg).
Em função destes dois benefícios nutricionais nas porcas, o peso individual dos leitões e o peso da leitegada ao desmame também são melhorados quando as matrizes suínas recebem uma dieta com Rovabio® Excel: 6,47 kg contra 6,23 kg; e 67,3 kg contra 62,3 kg, respectivamente.

Para os nutricionistas que lidam com o desafio de requerimentos nutricionais cada vez mais altos das porcas hiperprolíficas com capacidade limitada de consumo de ração, Rovabio® Excel se mostra uma ferramenta útil para a formulação de dietas com maior conteúdo de energia.

Além disso, se um aumento de 240 g no peso dos leitões ao desmame – como obtido no experimento realizado no Prairie Swine Center – levar a um aumento no peso vivo ao abate entre 0,6 kg a 1 kg (equivalente a 0,5 a 0,8 kg de peso de carcaça em condições de campo), o benefício do uso de Rovabio® seria de aproximadamente US$ 18 a 35/ porca/ ano dependendo dos custos locais, considerando-se 23 leitões por porca/ano e um preço de US$ 1,6 a 1,9/kg da carne suína. Assim sendo, com um custo de uso de apenas US$ 0,95/porca/ano para o produtor, esta única vantagem leva a um retorno no investimento entre 20:1 e 40:1.

Com este novo registro, Rovabio® Excel confirma sua posição de liderança como a enzima versátil. Esta é a única enzima disponível no mercado com uma dose única recomendada para todas as dietas, sendo aprovada para aves, leitões (desmamados), suínos de engorda e agora para porcas entre uma semana antes do parto até o desmame.

* COMISSÃO DE REGULAMENTAÇÃO (UE) No 1138/2014

Figura 1: Resultados de 6 estudos no mundo. Perda de peso durante a lactação

Figura 1: Resultados de 6 estudos no mundo. Perda de peso durante a lactação

Tabela 1. Resultados do estudo em Prairie Swine Center (Canadá)

  Controle Rovabio®
Parâmetros das porcas    
Consumo de ração do parto à desmama (kg) 104 111
Perda de peso durante a lactação (kg) -23,8 kg -22,1 kg
Variação da espessura do toucinho durante a lactação (mm) -5,1 -4,6
Parâmetros da leitegada e leitões    
Leitões nascidos vivos 10,81 10,62
Leitões desmamados 10,01 10,40
Peso da leitegada ao desmame (kg) 62,3 67,3
Peso individual ao desmame (kg) 6,23 6,47

Tweets


⚠️Treating all stakeholders with respect and dignity is one of our basic rules. The mutual respect policy defines the type of working environment that applies to professional relations and prevents undesirable behavior!
Learn more ➡️ https://t.co/H4ORxgGNMb https://t.co/hijdcwu7lF
Adisseo photo

[ #DidYouKnow❓] We need 6kg of feed to produce 1kg of beef 🐮 or 2,7 kg of feed to produce 1 kg of pork 🐷 or 1,6 kg of feed to produce 1 kg of chicken 🐔and just 1 kg of feed to produce 1kg of fish 🐟
Learn more on our #SustainableGrowth strategy here ➡️ https://t.co/pusXNKnDml https://t.co/XeHB6YB1Pj
Adisseo photo

[ #SaveTheDate 📅] Tomorrow, we're happy to meet you again next in #Rennes 🇫🇷 during the #Space2021!
Come and meet our team on Adisseo both Hall 9 - Both C 59➡️ https://t.co/UoGWpKyof5 https://t.co/46JzNJ2nND
Adisseo photo

🔎 Who better than a real use to explain what Adict bings her? Discover how Yosra Beltifa use #Adict, the Adisseo calculation tool 🧮 that fills the gap between PNE and her formulation software ➡️ https://t.co/9jLyYh1XmWhttps://t.co/epvAaBYvyh Adisseo photo

[ #SaveTheDate 📅] We're happy to meet you again next week in #Rennes 🇫🇷 during the #Space2021!
More details on the event here ➡️ https://t.co/UoGWpKPZ6D https://t.co/BK9ZOcHqCx
Adisseo photo

📣 We just crossed another milestone!
We are thrilled that we've reached the 40,000 followers on #Linkedin. 🥳 Thank you for engaging with our posts and for being part of our journey! https://t.co/guiuYxacfv