Adisseo

Armazenamento seguro

07/20/2021

A segurança e a qualidade das matérias-primas para alimentação animal, como grãos, é um tópico de grande importância. Os grãos são uma importante e significativa fonte de contaminação na cadeia alimentar e também trazem o risco de exposição dos consumidores a toxinas. Como o armazenamento de grãos integra a cadeia de suprimentos de alimentos e rações, as operações de armazenamento de grãos devem incluir o controle de quaisquer perigos potenciais (insetos, fungos, micotoxinas etc.) que podem comprometer a segurança e a qualidade dos alimentos.

O controle desses riscos durante as operações de armazenamento de grãos normalmente faz parte de quaisquer boas práticas de armazenamento (BPAG). As medidas de BPAG podem incluir: 1) redução do risco por meio de biossegurança ou prevenção da chegada do perigo ao local; 2) realização de controles pontuais, como processamento térmico durante a peletização ou irradiação de alimentos e matérias-primas durante o processamento e 3) uso de conservantes nos alimentos e matérias-primas para fornecer proteção. Os fungos podem se desenvolver em uma ampla gama de temperaturas e, em geral, a taxa de crescimento de fungos diminui à medida que a temperatura e a disponibilidade de água diminuem. Normalmente, quanto maior o teor de umidade, mais suscetível o grão à deterioração por fungos. Os fungos, em grãos, utilizam vapor de água intergranular (água livre).

A temperatura possui um efeito direto na taxa de crescimento de fungos e na formação de micotoxinas. Foi relatado que quanto mais alta a temperatura, maior a taxa de crescimento e mais alto o nível de micotoxinas produzidas. A temperatura ideal para o crescimento do Aspergillus e a produção de aflatoxina é de 24 – 35 ° C. Aspergillus também pode crescer em temperaturas mais baixas, mas em um ritmo mais lento. Os fungos Penicillium também crescem mais rápido em temperaturas mais altas, com a temperatura ideal para crescimento e formação de toxinas sendo de 18 – 32 ° C. No entanto, outras espécies de fungos economicamente importantes, como o Fusarium, podem crescer rapidamente em temperaturas mais baixas (4-15 ° C) e produzir toxinas em temperaturas menores que 15 ° C.

                 Penicillium Aspergillus                                                                    Aspergillus

ESTRATÉGIAS PREVENTIVAS

Diversas estratégias podem ser adotadas para controlar o crescimento e o desenvolvimento de fungos e, portanto, reduzir seus efeitos na qualidade dos alimentos e das matérias-primas, e no desempenho animal. Uma estratégia importante é um armazenamento apropriado, pelo qual muitos dos problemas podem ser atenuados se os alimentos e as matérias-primas forem armazenados em silos limpos e bem ventilados. Uma segunda maneira de controlar fungos e qualquer acúmulo adicional de micotoxinas é o uso de produtos químicos, como inibidores de fungos. A prevenção da perda de alimentos e da qualidade das matérias-primas das rações por fungos e pragas durante o armazenamento é mais fácil, segura e barata do que recorrer a programas curativos para melhorar os alimentos e as matérias-primas estragadas. O objetivo de um procedimento eficaz de armazenamento é evitar perdas de qualidade desde o momento do armazenamento até a própria utilização. Para isso, é importante manter a contaminação por fungos o mais baixo possível.

UM PROGRAMA DE TRATAMENTO PARA RAÇÕES E MATÉRIAS-PRIMAS

Um método prático e amplamente utilizado para controlar fungos em rações e matérias-primas armazenadas é o Programa de Tratamento de Rações e Matérias-primas desenvolvido pela Adisseo. Este programa, juntamente com o Mold-Nil®, foi desenvolvido e aprovado para o armazenamento e gerenciamento seguros das matérias-primas utilizadas na alimentação animal, o que contribui para a produção de alimentos higienicamente seguros para o consumidor.

O Mold-Nil®, que está disponível nas formas líquida e seca, é exclusivamente formulado com uma mistura tamponada sinérgica de ácidos orgânicos para a inibição eficaz de fungos. O uso de Mold-Nil® é uma prática bem estabelecida para a preservação de alimentos e matérias-primas do crescimento de fungos, na qual o valor nutritivo é estabilizado e o manuseio seguro é garantido durante o armazenamento de longo prazo.

  • Retardando a germinação de esporos
  • Inibindo o crescimento de fungos
  • Diminuindo a produção de micotoxinas

 

EFICÁCIA DE INIBIÇÃO DE FUNGOS – MILHO DESAFIADO COM MAIOR UMIDADE

Um estudo foi realizado para avaliar a eficácia do Mold-Nil Liquid na preservação do milho, ao qual adicionou-se 18% de umidade durante um período de armazenamento de 48 dias. A Tabela 1 mostra que Mold-Nil Liquid funcionou efetivamente na inibição do crescimento de fungos, apesar de um maior teor de umidade no milho.

Tabela 1. Teste para avaliar a eficácia do Mold-Nil Liquid na preservação do milho com um alto teor de umidade de 18%

* Fungos:> 2,0 × 105, Baixa qualidade: 1,0 × 105 – 2,0 × 105, Qualidade aceitável: 1,0 × 104 – 1,0 × 105 e Alta qualidade: <3,0 × 104

A formulação de Mold-Nil Liquid foi otimizada e tamponada para a obtenção de um pH quase neutro para manuseio seguro sem corrosão dos silos e equipamentos.

A qualidade dos alimentos e da matéria-prima é determinada por sua composição e carga microbiológica. O número de esporos de fungos é, em particular, um fator importante. Pouco pode ser feito sobre a contaminação por fungos e a subsequente produção de toxinas no campo antes da colheita do grão. No entanto, um programa de inibição de fungos, implementado após a colheita do grão, combinado com práticas corretas de armazenamento é chave para minimizar o crescimento de fungos pós-colheita e a produção de micotoxinas.

Acesse a página do produto

Tweets


💼 Do you want to join our team in #France 🇫🇷? Become our new Supply Planning Manager! Apply: https://t.co/ra7Ws6bQMI https://t.co/kdONuZo3wo

📜 Marc Perel, Global Solution Application Manager at Adisseo wrote a new article published in Milling and Grain. Discover energy ⚡️ savings with liquid methionine when pelleting.
You can read it at pages 88 & 89 ➡️ https://t.co/DbDVWz6njR https://t.co/39HPhXOu6F
Adisseo photo

⚠️ Deviations between the theoretical formulated diet and the one fed to the animal, have a vast impact on animal health and performance, profitability, safety, and sustainability.
More information here➡️ https://t.co/WaO6Nn3CeC https://t.co/cw6o9GyCvS
Adisseo photo

🔊My name is Salah-Eddine and I joined Adisseo in September 2019.
I work as a financial controller and BI key user. My main missions are to follow the worldwide costs and to check their reliability in BI 💰
I am proud to work for Adisseo!
Join us ➡️ https://t.co/VKqzxyme8V https://t.co/1b90wSzuBc
Adisseo photo

⚠️ #Safety, our first priority at Adisseo ! Last month, we organized our traditional safety day in all the entities of the group, some activities on remote 💻 or on site 🚧
More information here ➡️ https://t.co/06OxZktld1 https://t.co/Gji1t4QDhs

💼 Do you want to join our team in #France 🇫🇷? Become our new Prevention, Safety and Hygiene trainee! Apply: https://t.co/euW2Ael3fr https://t.co/Qay9q1onAT